Santo Agostinho: de pecador a um grande exemplo de santidade para toda a humanidade.
  • Conheça um pouco mais do santo que viveu
    uma profunda experiência de encontro com Deus!
  • Santo Agostinho - filósofo, teólogo, místico, pastor e defensor dos pobres - é também fonte de inspiração do estilo de vida da Ordem dos Agostinianos Recoletos. Mas você conhece sua história? Sabe como um pecador tornou-se um dos grandes santos de todos os tempos da Igreja Católica? Vamos compartilhar alguns fatos importantes sobre seu testemunho de conversão, que continua inspirando milhares de jovens na decisão de viver intimamente unidos a Deus.
  • Quem foi Santo Agostinho?
     
    Nasceu Aurélio Agostinho, em 13 de novembro de 354, em Tagaste, aldeia norte-africana do Império Romano. Pertenceu a uma família de classe social humilde. O pai, Patrício, era pagão e de posses que no final da vida se converteu. A mãe, Mônica, era cristã, ela foi seu principal mestre (depois sendo canonizada).

    Teve formação cristã, mas se desviou da igreja, chegando a participar do maniqueísmo, doutrina que afirmava existir o dualismo entre o bem e o mal.

    Com ajuda de um mecenas fez estudos superiores de Retórica e Artes Liberais em Cartago. Também fez curso universitário, aprofundando seus conhecimentos na arte da retórica.

    Viveu uma vida com fortes atrações carnais, apaixonando-se por uma moça com quem teve um filho, Adeodato.

    Foi professor em Milão, onde envolvido pela intercessão de Santa Mônica, acabou frequentando, por causa da oratória, os profundos e famosos Sermões de Santo Ambrósio. Até que, por meio da Palavra anunciada, a verdade começou a mudar sua vida. 

    Converteu-se com 33 anos, quando foi catequizado e batizado por Santo Ambrósio.

    Ordenou-se Padre (391) em Hipona e, em 395, foi nomeado coadjutor do bispo Valério. Um ano depois tornou-se bispo de Hipona.

    Ordenado sacerdote, conseguiu uma chácara em Hipona, onde construiu um mosteiro para sua comunidade de irmãos.
  • Morte e frutos de sua espiritualidade
     
    Santo Agostinho faleceu com 76 anos de idade (no ano 430).

    Foi canonizado e reconhecido como Doutor da Igreja, em 1292, pelo papa Bonifácio VIII.

    O ideal agostiniano estendeu-se a outras partes da África. Alguns dos Irmãos foram ordenados bispos e levaram, assim, o monacato de Agostinho a outras Igrejas locais, disseminando pelo mundo a ordem religiosa católica de frades mendicantes.
  • Quais suas principais contribuições para a Igreja?
     
    Foi um dos maiores filósofos e teólogos cristãos.

    Escreveu 232 livros, além de inúmeros tratados, sermões e cartas.

    É - junto com São Jerônimo, São Gregório e Santo Ambrósio - um dos quatro padres mais importantes da Igreja Latina.

    Santo Agostinho teve papel importante na fixação da hierarquia na Igreja Católica e fez a síntese entre a filosofia grega e o pensamento cristão. Fixou a ideia da vida interior do homem como o palco essencial da construção da identidade.

    Tudo o que viveu e produziu em pouco mais de sete décadas de existência, permanece, ainda hoje, vibrante e atual. Sua memória continua viva e sua obra ainda influencia grandes homens do século presente.

    Além de incontáveis livros, cartas e sermões, o Bispo de Hipona também deixou registrado um conjunto de princípios que, posteriormente, fora chamado de “Regra de Santo Agostinho”.

    Poucos escreveram como ele sobre o amor e a caridade. Basta entrar em contato com quaisquer de seus escritos para perceber, quase que de imediato, que as palavras mais torneadas por sua pena são justamente estas: amor/“caritas”. Não por acaso que ele também é conhecido como o “Doutor do amor” ou o “Doutor da caridade”.
  • “Quereis cantar louvores a Deus? Sede vós mesmos o canto que ides cantar. Vós sereis o seu maior louvor, se viverdes santamente.”
     
    Santo Agostinho.
Preencha o formulário abaixo para receber um e-book sobre a vida de Santo Agostinho, que piedosamente afirmou
 
Seu nome *
Telefone *
E-mail *
Sexo *
Idade *
Estado *
Cidade *
  Sim, eu autorizo a utilização dos dados informados para receber comunicados sobre Santo Agostinho.
Clique para acessar o e-book de Santo Agostinho!